O Fruto do Espírito

“Domínio Próprio”

“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.” (Gálatas 5:22‭-‬23)Ter domínio próprio é saber controlar nossas próprias ações. É saber que nem todos os nossos impulsos e vontades são bons, e não viver apenas em busca de satisfaze-los. A falta de domínio próprio é atribuída aos ímpios durante todas as Escrituras, pois eles vivem escravos de si mesmos. Nós, porém, fomos libertos, e agora o Espírito de Deus que habita em nós nos capacita a fazer a sua vontade (Romanos 8:8-9). Comumente vemos as pessoas atribuírem o “negar a si mesmo” como algo que nos priva de vivermos felizes, mas é completamente o contrário disso: antes, não tínhamos capacidade de escolher, só fazíamos o que era mau; porém, Cristo nos libertou para agora fazermos o que é correto e agradável a Ele. Logo, domínio próprio é ter liberdade para agradar a Deus.• Dominar a língua: A Bíblia sempre nos adverte a respeito de como usamos nossas palavras. Precisamos refletir se através delas estamos abençoando os outros ou os prejudicando. “Quando são muitas as palavras, o pecado está presente, mas quem controla a língua é sensato.” (Provérbios 10:19)• Dominar os desejos: “Cada um saiba controlar o seu próprio corpo de maneira santa e honrosa, não dominado pela paixão de desejos desenfreados, como os pagãos que desconhecem a Deus.” (1 Tessalonicenses 4:4‭-‬5)De fato, o domínio do próprio corpo é um grande desafio para a maioria de nós. Devemos ter em mente que estamos em guerra contra nossa própria carne todos os dias, e precisamos vigiar o tempo todo. Em 1 Coríntios 10:13, temos uma palavra tanto de conforto quanto de exortação: “Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele mesmo providenciará um escape, para que o possam suportar.” Isso nos conforta, pois diz que o Senhor não permitirá que sejamos tentados além do que suportamos, mas também nos exorta exatamente pelo mesmo motivo: se é assim, nós não temos desculpa. Pecamos porque queremos pecar. Logo, precisamos perseverar na guerra até que Cristo volte. Lutando, pedindo perdão a Deus quando falharmos e voltando a lutar, sempre em direção ao alvo. Sendo assim irmãos, hoje, vamos pedir ao Pai que nos ajude a ter domínio próprio. Para termos um bom desempenho de nossa fé, nos santificando cada dia mais até que Jesus venha novamente para nos buscar, e sejamos finalmente livres da nossa carne. “Como a cidade com seus muros derrubados, assim é quem não sabe dominar-se.” (Provérbios 25:28)

Deus abençoe sua vida!

Veja mais devocionais

Não Cesse seu Clamor

“Confiem nele em todos os momentos, ó povo; derramem diante dele o coração, pois ele

Compartilhe este devocional

“Então, conheçamos e prossigamos em conhecer ao  Senhor” Oséias 6:3